Minas On-line
Governo do Estado de Minas Gerais

Ir para o menu| Ir para Conteúdo| Acessibilidade Alternar Contraste | Maior Constraste| Menor Contraste

Advocacia Geral do Estado de Minas Gerais - AGE

Avenida Afonso Pena, nº 4000 - Cruzeiro
- 30.130-009 - Belo Horizonte - MG (31) 3218-0700

Decreto nº 44.145 de 7 de novembro de 2005

PDFImprimirE-mail

Autoriza a Advocacia-Geral do Estado – AGE a assumir a representação judicial da Universidade do Estado de Minas Gerais – UEMG.

O VICE-GOVERNADOR, no exercício do cargo de GOVERNADR DO ESTADO DE MINAS GERAIS , no uso de atribuição que lhe confere o inciso VII do art. 90 da Constituição do Estado, e tendo em vista o disposto no § 2º do art. 128 da Constituição do Estado, no art. 5º da Lei Complementar nº 75, de 13 de janeiro de 2004 e nos arts. 3º e 5º da Lei Delegada nº 103, de 29 de janeiro de 2003, na Lei Complementar nº 81, de 10 de agosto de 2004 e no Decreto nº 44.113, de 21 de setembro de 2005,


DECRETA:


Art. 1º A Universidade do Estado de Minas Gerais - UEMG será representada em juízo pela Advocacia-Geral do Estado – AGE, nas ações de quaisquer espécie.
Parágrafo único. Compete ao Advogado-Geral do Estado receber a citação inicial ou a comunicação referente a qualquer ação ou processo ajuizado contra a UEMG.

Art. 2º A representação determinada no art. 1º abrange todos os feitos judiciais em que a autarquia for interessada seja como autora, ré, assistente, litisconsorte ou opoente, em qualquer instância, juízo ou tribunal.

§ 1º O Procurador-Chefe da Procuradoria da UEMG encaminhará à AGE, no prazo de cinco dias contados da data de publicação deste Decreto, a relação de todos os feitos judiciais de que trata o caput.

§ 2º A Procuradoria da UEMG praticará os atos processuais cujos prazos estejam em curso na data da publicação deste Decreto.

Art. 3º A Procuradoria da UEMG limitar-se-á a:
I - elaborar estudos, preparar informações e dar pareceres por solicitação do Reitor;
II - elaborar instrumentos jurídicos, bem como encaminhar e acompanhar sua tramitação;
III - cumprir e fazer cumprir orientações do Advogado-Geral do Estado;
IV - interpretar os atos normativos a serem cumpridos pela UEMG, quando não houver orientação do Advogado-Geral do Estado;
V - examinar, previamente, no âmbito da UEMG:
a) os textos de editais de licitação, bem como dos respectivos contratos ou instrumentos congêneres, a serem publicados e celebrados;
b) os atos de reconhecimento de inexigibilidade e de dispensa de licitação;
VI - assessorar o Conselho Curador quanto aos aspectos legais de seus atos; e
VII - exercer outras atividades correlatas.

Art. 4º O Advogado-Geral do Estado tomará as providências necessárias para o cumprimento deste Decreto.

Art. 5º Este Decreto entra em vigor na data da sua publicação.

Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, aos 7 de novembro de 2005; 217º da Inconfidência Mineira e 184º da Independência do Brasil.


CLÉSIO SOARES DE ANDRADE

Danilo de Castro

Antonio Augusto Junho Anastasia

Olavo Bilac Pinto Neto

José Bonifácio Borges de Andrada

OBS.: Este texto não substitui o publicado no Minas Gerais de 08/11/2005

SEF

plano2

Acesse:

blogheader
AGE|
Avenida Afonso Pena, 4000 - 30.130-009 - Cruzeiro - BH-MG - Telefone: (31) 3218-0700